Esposa expatriada e a complicada relação com o sucesso.

Quantas mulheres dizem experimentar o amargo gosto do fracasso quando decidem acompanhar o marido que foi transferido pela empresa?
Hoje acredito, de verdade, que não é que experimentamos o fracasso, é que nos prendemos a apenas uma definição de sucesso:
sucesso = carteira assinada + carreira em uma grande empresa + salário + promoção.
Podemos lidar com várias outras equações, mas se não temos essa - especificamente - no exercício da vida, nos sentimos perdedoras...
Depois de 10 anos apoiando a carreira do meu marido para lá e para cá, tive que criar minha própria definição de sucesso. Sucesso para mim é tomar sorvete de morango no meio da tarde de terça! Algumas podem dizer: isso é luxo. Para mim é uma representação do que é ser dona da minha agenda - de horário e de prioridades -  algo que sempre desejei na minha vida adulta.
Trabalho, talvez, mais que antes, nos horários mais malucos possíveis - por causa do fuso horário em que estão minhas clientes coachees. Mas não perco mais festas importantes - como natal em família, nem domingos - sejam de Sol ou de chuva - plantada na porta de alguém "ultra mega importante" que pode sair de casa e pode dar uma declaração. Também não preciso mais 'honrar' a etiqueta de uma corporação que não está alinhada com meus conceitos éticos.  Não tenho mais que reportar assuntos que não concordo, escrever sobre temas que acredito ser um profundo desrespeito com o tempo do outro. Está certo, não tenho as deliciosas férias remuneradas, nem o 13o. Às vezes, nem tirei o pijama, aquele coque medonho ainda está na minha cabeça e já estou na segunda ou terceira hora de trabalho, ora como dona de casa, ora como coach, ora escrevendo sobre o universo "expatriático", essa, alías, é uma das atividades que mais me deixam feliz! Mas nem de longe sinto aquela angústia de parecer não estar vivendo a minha vida ou tenho aquela sensação de todo mundo estar mega feliz em algum lugar, menos eu.
Uma coisa legal que descobri é que a minha ideia de sucesso agora é mutável. Nessa vida de Coexpat - clique na palavra para saber a definição -  sucesso para mim já foi poder levar meu filho no parquinho todas manhãs. Já foi poder dedicar tempo para me aprofundar no estudo do Inglês. Já foi ter um ano inteiro sem ter compromisso com nada. Já foi conseguir deixar minha casa bonita, organizada e portátil. Já foi adotar em minha rotina alguns conceitos do minimalismo.
E para você, qual é a sua definição de sucesso? Essa definição atende seus desejos mais íntimos ou corresponde às expectativas dos outros? Nessa perspectiva, você é bem sucedida? O que você precisa fazer para ter o sucesso que faz sentido pra você?
Carmem Galbes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! É um prazer falar com você!