30 de setembro de 2015

Mudar é mesmo bom?

É uma vida inteira fazendo a mesma coisa: migrando!
A cada inverno, a andorinha bate asas em busca de um lugar mais quente e de alimento.
A borboleta monarca voa quase 4 mil quilômetros rumo ao México para não congelar no inverno americano.
O pinguim também não tolera mais frio do que já está acostumado. Gelou ainda mais? Mudou.
Esse é o destino da andorinha, da borboleta, do pinguim: mudar para não morrer.
A bióloga Melissa Bowlin, especialista em comportamento migratório de aves, da Universidade de Lund, na Suécia, conta uma coisa. Vê só se não soa familiar:  “Os animais migram porque os benefícios superam os custos. Porém, embora as vantagens da migração acabem por compensar os gastos, migrar demanda muito em termos de energia empregada e também é arriscado."
Tá vendo, mudar não é fácil pra ninguém, nem pra quem já nasce sabendo que se não mudar, morre!
Eu sei, é um drama! O início em uma nova cidade então...é um tal de: onde morar? É perigoso? É muito caro? Onde tem carne boa? Alguém me indica um pediatra? Preciso de dentista, ginecologista, manicure! Cade meu cabeleireiro?! Alguém sabe de uma faxineira? A escola é boa? Como as passagens estão caras! Eu não aguento mais ver caixa!
Querida Coexpat, vá com calma. Talvez essa mudança aconteça apenas uma vez na sua vida e logo você volta pra casa. Talvez surjam outros convites de transferência, que venham com mais benefícios, te tragam mais ânimo...ou não...
Talvez com o tempo, você vire uma andorinha e use suas asas para manter a vida sempre viável ou legal ou interessante ou rica ou tudo isso junto.
O importante é que você se olhe e não vá contra a sua natureza. Se a sua natureza é fincar os pés, que você fique! Se o seu negócio é ir por aí, que você vá!
Não há receita pronta. 
Eu sou uma entusiasta das mudanças. Eu sempre incentivo uma expatriação! Eu fico feliz com um convite tanto quanto se fosse para mim! Eu sempre acho que o tempo vai fazer a pessoa enxergar que mudar é bom e que a adaptação vai vingar! Mas, às vezes, é preciso assumir que esse não é um caminho para todo mundo.
O máximo para mim pode ser um fardo para você.
Os motivos do meu amadurecimento podem ser a causa da sua depressão.
Toda andorinha tem que migrar, mas algumas delas acabam ficando pelo caminho.
As andorinhas não podem escolher.
E você?
Quer fazer dessa mudança de endereço a mudança para a sua melhor versão? Fale comigo. Eu sei como te ajudar! Estou sempre no contato@leveorganizacao.com.br
Mais informações:www.leveorganizacao.com.br
Carmem Galbes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! É um prazer falar com você!