6 de agosto de 2010

Depois da repatriação, a bagagem!

Olá, Coexpat!
Minha repatriação está fazendo aniversário. Um ano de "reBrasil"!
Balanço: impossível!
É que não dá para comparar coisas diferentes.
Explico: partimos com mente e coração de um jeito e voltamos com tudo revirado.
E no caso da minha família tem um "plus a mais", e bota a mais nisso - se é que você me entende...
É que deixamos o país "a dois" e voltamos "a três"!
Então, já viu, nem que tivesse congelado meus pensamentos e sentimentos, a vida voltaria a ser como era antes de cruzar a fronteira.
Mas de concreto mesmo sobre a ida e a volta: a bagagem acumulada! Desculpe o "clichê metafórico", mas não acho outro recurso que mostre tão claramente o resultado das últimas mudanças de endereço.
E se você está se preparando para voltar, aproveite - mas aproveite mesmo - cada segundo!
Visite lugares, visite os amigos "nativos", exagere nas suas receitas prediletas, vá às compras!
Só pense em alguns pontos antes de mandar embrulhar:
- A mudança pode demorar meses para chegar, então certifique-se de que não vai ter pressa para usar as novidades. Geladeira, fogão, cama fazem falta.
- Avalie se as aquisições vão caber na sua casa. Se você ainda não sabe onde vai morar no Brasil, comprar uma mega máquina de lavar pode se transformar em um big problema.
- Faça as contas! Às vezes, coisas como Real mais valorizado, taxa de excesso de bagagem e imposto encarecem o produto a ponto de o negócio não valer à pena.
No mais, como já disse, aproveite cada segundo! Porque expatriação um dia acaba, e fica a bagagem!

Está de volta ao Brasil e acha que não "cabe" mais aqui? Está tudo revirado? Você já não sabe mais responder de onde é, para onde vai, o que quer? Converse comigo que eu sei como te ajudar!
Estou no contato@leveorganizacao.com.br
Carmem Galbes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! É um prazer falar com você!