2 de dezembro de 2009

Bonzinhos demais!

Olá, Coexpat!
Não sei qual foi o impacto da notícia para você que está longe de casa. Mas aqui no Brasil, o povo não gostou nadinha da participação de Robin Williams no programa Late Show. O âncora David Letterman - sim, o mesmo que admitiu ter traído a mulher com colegas de equipe - riu muito do que o ator falou sobre a vitória do Rio para sediar a Olimpíada de 2016.
Para o Williams, nem Oprah, nem senhora Obama - que defendiam Chicago - foram páreo suficiente para as strippers e a cocaína que teriam regado a campanha para o Rio receber os jogos.
Não, não vou contorcer cara e boca como forma de reprovação ao que muitos chamaram de piada de mau gosto. Por um único motivo: o Brasil dá brecha para a constante campanha difamatória a que está exposto!
Exemplo: zapeando pelos televisivos requentados de hoje cedo, fiquei sabendo que a Interpol tenta desmantelar um mega esquema de prostituição de mulheres brasileiras em hotéis de luxo na República Dominicana e em Cassinos de Las Vegas.
De acordo com a matéria exclusiva da Rede Record, 14 pessoas comandavam a exploração.
Ainda segundo a reportagem, na chegada, as mulheres recebiam um manual de como lidar com os clientes, numa “oportunidade para ganhar dinheiro e fazer amigos.”
Pelo texto, eu entendi que tinham as garotas que embarcavam nessa sabendo de tudo e as que caiam de gaiatas...
Interessante foi ver a entrevista, na penumbra - claro - de uma profissional do sexo comentando como pode ser perigoso aceitar um convite para se prostituir fora do Brasil!
Gente?!
É...o Brasil pode bancar uma empresa super profissional para conquistar a sede das Olimpíadas, mas enquanto não patrocinar a mudança de mentalidade, vai ficar sujeito aos tais dos comentários “injustos”.
Você pode perguntar, “como assim?” As autoridades fizeram bonito, usaram vários idiomas. Lotamos Copacabana, torcemos pelo Rio, fizemos uma linda festa, legítima, sem baixaria...
Sim, fizemos tudo isso, mas não deixamos de fazer as coisas que mancham - lá fora - a imagem do brasileiro de verdade: aquele que trabalha honestamente, que é criativo, receptivo...
Continuamos achando tudo muito normal. É normal expor o bundão, porque o que é bonito tem que ser mostrado! É normal uma mulher gostosa fazer um dinheirinho com um ricaço! É normal não contabilizar dinheiro guardado na meia! É normal ultrapassar o sinal vermelho! É normal não ter escola pra todo mundo!
Qual é? Somos felizes e bonzinhos! Só não pode ter menos ingresso que torcedores, aí a gente fica uma fera. Também não pode tirar traficante da favela. Aí tem ônibus que pega fogo e granada que explode do nada!
Eu sei, o texto ficou uma lambança. Sem buscar justificativas...é que o comentário de Robin Willians parece ser só a pontinha de um grande nó, parece ser mais do que um sintoma de pura grosseria...apesar de ser o autor do comentário, nem Robin Williams tem consciência da gravidade da situação por aqui...


Imagem: SXC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! É um prazer falar com você!