11 de setembro de 2009

Quando a manicure não vai na bagagem.

Olá, X!
Diante da complexidade da experiência, você pode pensar com os seus cantinhos do dedão: “quem está preocupada com as unhas em meio à tanta coisa nova?”
Pode acreditar, se você é uma fiel cliente das profissionais brasileiras vai, sim - entre um suspiro e uma espiada para a cutícula gritando - sentir no peito a dor da saudade de quem deixava você pronta para dedilhar por aí.
Mas o interessante mesmo é perceber de que forma um episódio carregado de pecado - a vaidade - pode indicar como o preconceito ameaça deixar seu dia-dia em terras distantes menos produzido e, portanto, um pouco mais difícil.
Lembro que deixei o Brasil com a plena convicção de que ou aprenderia a cuidar das minhas próprias unhas ou iria ter de aceitá-las como são. Motivos: o alto preço e a baixa qualidade do serviço das manicures que atuam em outros países. Isso é o que falam por aí...Então, tentei de tudo: de unhas postiças - horrendas - ao faça você mesmo - um desastre.
Até que, abrindo a mente e batendo papo, consegui uma indicação. Cheguei a um salão de vietnamitas. Sim, em Houston, são elas as experts no assunto.
Claro, claro, elas tiram cutícula, lixam as unhas e fazem uma massagem que avança até ao antebraço. Nada de esmalte borrado. Trinta minutos, 15 dólares e 20% de gorjeta depois, você está pronta! Pé e mão saem por 25 dólares. Com o suporte de uma conta bem rápida, você argumenta: 50 Reais pé e mão, fora a gorjeta? Um absurdo!
Eu digo: enlouquecedor é ficar convertendo os gastos sem fazer o mesmo com os ganhos...mesmo assim rola uma culpa...O que pode acontecer é você não se dar esse trato toda semana...
Mas nem é esse o ponto que eu quero chegar. O fato é que, de volta para casa, fui, sem medo de ser feliz, para a manicure. Pasme! As duas experiências foram frustrantes até agora: as “magas” no assunto arrancaram cada bife que vou te falar.
Não sei se é a cultura americana de processar todos por tudo, se é o cuidado ou a delicadeza das profissionais, sei lá, mas nunca vi uma pontinha de sangue enquanto o alicate trabalhava no salão que eu ia em Houston!
Ok, manicure é cargo de confiança, vou ter que encontrar a minha! Será que tem vietnamita por aqui?
Olha o preconceito, menina!
Imagem: SXC

14 comentários:

  1. Não adianta mesmo ficar convertendo o tempo todo. Ganha-se em dolar, euro, libra, e gasta-se na moeda equivalente.

    Eu fico aliviada de saber fazer minhas unhas, pq a quaestão da confiança é complicada...

    xx

    ResponderExcluir
  2. heheheh... ainda acho pior encontrar uma boa cabeleireira! E depiladora então? Besitos

    ResponderExcluir
  3. Acabei de chegar em Houston... estou desesperada.. pois ja estou cutucando as unhas... pura auto-mutilacao... fui a uma manicure local... trauma!!! Sera q vc poderia compartilhar o contato da sua manicure?
    Muitissimo obrigada Adriana

    ResponderExcluir
  4. Olá, Adriana!
    Obrigada pelo contato. Logo vc se acha aí em Houston. Eu gostei muito!
    Eu ia a um salão que chama Leon Nails, fica em um mall na Richmond x Weslayan, do lado direito. 3933 Richmond Ave. (713) 355-8848.
    Boa sorte!
    Carmem

    ResponderExcluir
  5. Olá, Silvinha!
    Também queria ter esse dom, mas não tem jeito, sou mesmo um desastre como auto-manicure...
    Bjs.
    Carmem

    ResponderExcluir
  6. Olá, Bianca!
    Depiladora eu nem tentei. Fui direto para o depilador elétrico. Ai que dor!!!!!!! Mas ajudou bastante...
    Bjs.
    Carmem

    ResponderExcluir
  7. E aí, mulherada? Alguma novidade sobre as manicures? Já ouviram falar de um lugar chamado MINI SPA BRASIL? Tentei entrar em contato com eles e nao consegui.

    ResponderExcluir
  8. oi, mulherada!
    olha, não aguento mais procurar no google: "manicura brasileña en buenos aires". também não pude trazer a minha na bagagem, ai ai ai... aí encontrei este site ótimo e não parei de fuçar nele, já faz uma hora... mas, a pergunta que não quer calar: alguém sabe onde eu encontro uma boa manicure em buenos aires??? pode ser brasileira, vietnamita, ou até argentina mesmo rsrs.

    obrigada!!!

    beijos,

    natalia
    nataliacbarrenha@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Natália, também estou em Buenos Aires. Vc já achou alguma manicure boa aqui? Eu sinceramente detestei o serviço neste lugar.
    Aguardo sua resposta.
    Beijo,

    Luciana

    luu_campelo10@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. Meu Deus, alguem me entende, obrigada por tudo o que está escrito aqui, estou em Houston a quinze dias e estou totalmente perdida......obrigada pelas informações......mesmo, obrigada!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá, Cristiane!
    Que bom que ajudamos!! Se você precisar de mais indicações aí em Houston, não se acanhe em perguntar!
    Bjs.
    Carmem.

    ResponderExcluir
  12. Somente uma brasileira pode entender essa questao fundamental nas nossas vidas.
    Também sofri horrores em Buenos Aires até conhecer a Nilza, manicure brasileira maravilhosa. Só que depois de 8 anos anos de felicidade, ela ficou doente.
    Estou desesperada há dois meses mordendo os cantinhos das cuticulas.
    Se voces conhecerem alguma manicure por favor me ajudem.
    Bjs Selma

    ResponderExcluir
  13. Oi Carmem muito obrigada pela dica de manicure... cheguei aqui em Houston em julho de 2013 e até agora não achei quem tirasse a cutícula direito. Vou tentar a Leon Nails que é pertinho aqui de casa.

    Você tem alguma indicação de cabeleireira / depiladora brasileira? Ou de qualquer nacionalidade, mas que sejam boas, rs?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lóris!
      Obrigada pela visita!
      Eu fiz alguns cortes no salão Visible Changes, no shopping Galleria. Como queria cortar franja - uma mudança brusca de visual (rs), levei um recorte de revista da franja que queria para não ter erro de comunicação. Funcionou! O que acho que não deu muito certo foram as luzes...
      O interessante de alguns salões por lá, eh que eles oferecem uma hierarquia de profissionais - tipo cabeleireiro jr, top e senior (não me lembro direito da nomenclatura), o preço - claro - sobe com a experiência...A gorjeta, como vc já notou, eh igual à dada em restaurante, cerca de 20%.
      Eu nunca fiz depilação por aí. A minha solução foi comprar um depilador elétrico, tipo santinelle.
      O drama é passar esse aparelho na virilha, tortura total!
      O telefone do salão eh: 713 627 7234. Na época era a Olga quem cortava meu cabelo.
      Espero que dê certo pra vc também!
      Bjs e conte sempre com o Expatriadas!

      Excluir

Olá! É um prazer falar com você!