28 de abril de 2009

Gripe Suína.

Olá, X!
Impossível não tratar da gripe suína por aqui.
Então vamos lá.
Países com casos confirmados da doença:
Canadá, Estados Unidos, México, Costa Rica, Alemanha, Áustria, Dinamarca, França, Espanha, Holanda, Irlanda, Nova Zelândia, Reino Unido, Suíça, Israel, Coreia do Sul e China.
No Google maps é possível acompanhar em tempo real as cidades que têm, inclusive, casos suspeitos da doença. Clique aqui para acessar o mapa.
Segundo a Organização Mundial da Saúde os sintomas da gripe suína são:
- febre repentina, superior a 38ºC, acompanhada de um ou mais dos seguintes sintomas:
- tosse,
- dificuldade respiratória,
- dor de cabeça,
- dores musculares e nas articulações.

Todos que estão - ou estiveram nos últimos 10 dias - nas áreas afetadas devem ficar atentos aos sintomas.
Embora o diretor da OMS, Keiji Fukuda, tenha dito que fechar fronteiras ou restringir viagens tem muito pouco efeito na contenção do vírus da gripe suína, a orientação geral é que se evite ir para regiões com casos da doença.
Para quem está em alguma das áreas afetadas, o Ministério da Saúde do Brasil recomenda (outras informações aqui):

-Usar máscaras cirúrgicas descartáveis durante toda a permanência em áreas afetadas.
- Substituir as máscaras sempre que necessário.
- Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente descartável.
- Evitar locais com aglomeração de pessoas.
- Evitar o contato direto com pessoas doentes.
- Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.
- Evitar tocar olhos, nariz ou boca.
- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir ou espirrar.
- Em caso de adoecimento, procurar assistência médica e informar história de contato com doentes e roteiro de viagens recentes às áreas afetadas.
- Não usar medicamentos sem orientação médica.

2 comentários:

  1. Muito bom o link do Googlemaps. A Alemanha està livre por enquanto :)

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Também achei super interessante esse mapa, Silvinha. Parece que é iniciativa de um internauta da Pensilvânia, nos Estados Unidos. Ele se apresenta como Niman. Viva a Internet do bem!
    Abraço,
    Carmem.

    ResponderExcluir

Olá! É um prazer falar com você!