25 de março de 2009

Inventariando...

Olá, Coexpat!

Estou em uma fase de inventariar. Isso faz parte do meu exercício de saber exatamente as coisinhas e “coisonas” que existem em casa para organizar ou, se for o caso, descartar. Aí a gente descobre que tem roupa que não serve mais, sapato fora de moda, casaco mofado. Basta uma revirada nas gavetas sem espaço para esbarrar em brinco sem tarraxa, pote sem tampa, tesoura sem corte, cola vencida.
É aquela mania de achar que tudo é importante, que tudo exige uma avaliação mais aprofundada para chegar à decisão: serve ou não. Pior que isso só a crença em que a tralha um dia vai ser útil. E a casa vai entulhando. Dizem que esse é um cenário ruim, de energia parada. Já que alguém tocou nesse assunto esotérico, os astros apontam que meu desafio em 2009 é deixar o passado para trás.
Gente, não é isso que nós expatriadas fazemos constantemente, deixar coisas para trás? Nos últimos tempos deixei casa, móveis, emprego, rotina. Alguns costumes, algumas pessoas, certos medos e muitas certezas também ficaram lá longe.
Mas acho que está sendo bom. Não ia ter espaço. Tem também aquilo que não pode ficar no mesmo ambiente, não combina, dá choque!
É claro que tem coisa que não abro mão e ponto. Não vou deixar de participar da minha família, apesar da distância. Não vou deixar o Português, nem as novas regras vão me impedir de - ao menos - tentar acertar nessa língua! Não vou deixar de tomar suco de maracujá, apesar de ser quase impossível achar a fruta fresca. Não vou deixar de tentar comer direito, apesar do apelo dos “gordurames”. Outra coisa - essa aprendi aqui - não vou deixar de me perguntar se vale a pena persistir. Seria triste não perceber que enjoei de maracujá!


Carmem Galbes
Imagem: SXC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! É um prazer falar com você!