20 de março de 2009

Caminho do meio.

Olá, Coexpat! 
Sonhei em deixar muita coisa de lado para dar suporte à carreira de outra pessoa? Planejei abrir mão do meu próprio sucesso profissional em nome do sucesso de outra pessoa? Quis isso? Gostei?  Tô aproveitando? Tô me superando, qualificando, reinventando? Tô feliz? Mudei? Melhorei? Acostumei? E a carreira? O futuro?
É-tudo-ao-mesmo-tempo-agora! Interrogações passeando em meio à exclamações, vírgulas e reticências.
Normal! Faz parte da tentativa de aprender a perguntar para conseguir ter algumas respostas que façam sentido.
Ao mesmo tempo não sei se importa tanto buscar essas respostas, porque as escolhas já foram feitas. Talvez a pergunta de ouro seja: o que eu posso fazer com tudo isso para produzir a melhor versão de mim? 

O tempo todo ou se vai para a direita, para a esquerda, para frente ou para trás. Dizem que o melhor é o caminho do meio. Mas vai tentar pegar essa estrada, tem que matar e morrer mil vezes para se manter nela...
Aliás, que negócio é esse de caminho do meio? Caminho do meio para mim é meio-fio, coisa que a gente só pega de brincadeira, por pouco tempo e exige muita técnica, treino, equilíbrio e atenção para não cair. E quem tem tudo isso junto? Vou procurar lá no céu...
Tudo bem que tem morno entre quente e frio, bermuda entre calça e shorts, tem bege entre branco e marrom, dia nublado entre Sol e chuva, tem limonada entre água e limão, tem bonitinha entre linda e feia...
Pausa. Olho para o celular com meia carga. É meio do dia, está meio calor, estou meio sem ideia e meio com fome. Acho que isso!

Escrever sempre traz um alívio!! Já tentou?
Carmem Galbes
Imagem: SXC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! É um prazer falar com você!