1 de dezembro de 2008

Blá-blá-blá fashion.

Olá, X!
Quanto tempo! É que no mais fiel modelo americano de ser, fiz as malas e parti para a casa de gente queridíssima para passar o dia de Ação de Graças, ou Thanksgiven Day.
Foi super bom, para não dizer supimpa. É muito interessante esse negócio de moda na língua, não é mesmo? Não, não tem nada a ver com piercing ou coisas do gênero. Tô falando do jeito de falar, mora?
Você sabe que vida a pessoa leva pelo jeito que ela fala. Ok, isso não é novidade, é, aliás, motivo de piada, quando não, de preconceito...
Mas o fato é que o povo que está longe acaba ficando meio démodé no “Portuga” - outros dois termos que entregam - no mínimo - a idade...
Mas gostei do flash back e vou continuar o lero nesses termos.
A viagem foi tranqüila. Não enfrentamos congestionamento, dizem que é um feriado louco porque muitas firmas emendam na sexta e todos querem curtir...
Sobre o jantar, o peru estava do peru. Mas como a noite é uma criança, depois de alguns “drinques”, belisquetes e umas horinhas de sono, vestimos nossas japonas e caímos na night.
Claro que Nova York não está nem um pouco aí para o fato de alguém falar que a noite está quente ou que a noite está agitada, mesmo porque a noite bomba sempre.
O lance é que foi da hora poder tirar o dia para agradecer...e no maior estilo W de ser: WHATEVER*, outra que, segundo os mais plugados, já era...
Então já é, já foi, tô zarpando. Beijo nas crianças.
*Tanto faz, não me importo, não ligo e por aí vai...
Imagem: SXC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! É um prazer falar com você!