13 de outubro de 2008

Tem outra pessoa em meu corpo!

Olá, Coexpat!
Tenho me achado muito estranha. Tenho me flagrado fazendo coisas improváveis. Calma...nada que agrida meus valores...
Sabe, acho que o grande lance dessa experiência longe de casa é ter um olhar estrangeiro, ver as coisas de fora do aquário...
O problema é quando você não percebe que você não está mais percebendo a diferença, entende?
Assim, já me peguei fazendo tac-tac-tac com cabides quando procuro uma roupa na arara da loja - o que reflete o comportamento compulsivo do americano em comprar - já me peguei bebendo um balde de café, usando um biquíni ultra-mega grande e agora estou numas de não suportar gente falando alto. Já não gostava, isso sempre me irritou. Agora fico constrangida!
Pior é que tudo isso vai tomando lugar silenciosamente e suspeito que logo logo vou descobrir que posso ter me transformado em uma pessoa sem referências culturais, que já não sabe de onde é, para onde vai, tampouco onde quer ficar.
Isso é complicado: ser uma estrangeira para sempre, não importa o lugar!
Mas se a gente está mesmo só de passagem por esse planeta, então melhor assim.
Pensando bem, problema mesmo vai ser se eu não me acostumar de novo com a moda praia brasileira. Já pensou o biquinão daqui em Ipanema? Aff...


Carmem Galbes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! É um prazer falar com você!