6 de outubro de 2008

Desculpe, não deu...

Olá, Coexpat!
Sei que quando estamos longe a noção de espaço-tempo é alterada drasticamente.
Você, como eu, não conseguiu prestigiar a normalmente divertida - para não ser deselegante - propaganda eleitoral no rádio e na TV.
No meu caso, acompanhei as notícias só pela internet, sem o calor de frases emocionadas em comícios. Foi triste - para não ser deselegante.
Você, como eu, não conseguiu votar nesse domingo.
Com tantas opções maravilhosas, você, como eu, deve ter ficado triste - para não ser deselegante...
Mas vamos à parte prática da vida.
Se você tem título eleitoral inscrito no exterior já deve saber que só está obrigada a votar nas eleições presidenciais. Então está livre de justificativas.
Se você não mexeu no seu título, se continua - portanto - com domicílio eleitoral no Brasil, tem até 60 dias para justificar a ausência.
Só para lembrar, quem não justifica tem problemas para obter passaporte, RG, participar de concurso e concorrência pública e para conseguir documentos em repartições diplomáticas, entre outras coisas, para não ser deselegante.
Resta saber se você vai ter que passar por tudo isso de novo no
fim do mês.


Carmem Galbes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! É um prazer falar com você!