28 de outubro de 2008

Com a palavra: outra X!

Olá!
Meu nome é eterna expatriada.
Tudo começou há 13 anos, quando me casei nos Estados Unidos. Como punição, fiquei presa neste país por um ano até receber meu cartão de residência temporário.

Durante este tempo, tenho aprendido as maiores lições de humildade da minha vida e nunca pensei que pudesse chorar tantas lágrimas...
Por muitos anos ainda sentia que estava chegando em casa quando ouvia o "Samba do Avião" ao aterrissar no Rio de Janeiro.
Uma vez alguém me perguntou como era viver no primeiro mundo. Eu lhe disse que havia deixado o primeiro mundo ao sair do Brasil.
Mas Deus nos criou com uma capacidade de adaptação indescritível! Temos a habilidade de ser felizes onde quer que vivamos e o melhor é que mesmo fazendo novos amigos nunca perdemos os que já tínhamos, "mesmo que o tempo e a distância digam não..."(Milton Nascimento).
O melhor desta experiência? Aprender que podemos desenvolver o gosto e o apreço por coisas e pessoas novas e diferentes e que nem sempre o que já conhecemos é o melhor.
E por aquele por quem fiz toda esta mudança... faria tudo novamente!
Jacqueline, Houston - EUA
Conte seu "causo" ou sua coisa. Assine como preferir. Mande seu texto para expatriadas@hotmail.com

Um comentário:

  1. Jacqueline,
    Como é bom ouvir que as coisas vão se encaixando...
    Não deixe de visitar a gente!
    Beijo,
    Carmem.

    ResponderExcluir

Olá! É um prazer falar com você!