24 de setembro de 2008

Sobre o diferente e a diferença.

Olá, Coexpat!
Às vezes gosto das entrelinhas. Principalmente daquelas que não são de propósito.
Hoje uma dessas, boba até, me devolveu a postura retinha em meio à uma aula sobre interpretação.
Um aluno árabe não conseguia entender o motivo de a professora não ter considerado como certa a resposta de um exercício. Para ele, Tula, personagem principal do filme 'O Casamento Grego', não estava sendo irônica ao falar sobre as valiosas lições que aprendia nas aulas de Grego. Não sei se você viu, a cena é aquela em que o professor diz que se Fulano tem um ouro e Cicrana tem nove, então logo poderão se casar.
Eu fiquei pensando no motivo dele não ter encontrado a ironia ali. Era uma cena fácil, simples. 

Mas...não para ele! Não para a realidade dele!
O assunto passou. O cara é inteligente e logo entendeu como a maioria percebia a cena. 

Mas fiquei com aquilo na cabeça. 
Quantas vezes a gente nem percebe que o mundo vai além da esquina, além da noção pessoal de situações e sentimentos? 
Quantas vezes magoamos, ferimos, humilhamos sem ao menos perceber? 
Quanto mal-entendido poderia ser evitado?
É estranho porque não tem relação com preconceito explícito ou subentendido. É mais grave. Está relacionado à falta de consciência mesmo em ralação ao outro e aos diferentes modos de vida, crenças e valores.
Lembrei de outro “causo”, o da professora paquistanesa que ficava irritada com o fato dos americanos nunca saberem onde estão as informações básicas de um passaporte. Ela só ficou mais calma depois de entender como era difícil para o americano médio conhecer um passaporte. Afinal, geralmente tem passaporte só quem sai do país, ?
O novelo foi diminuindo até eu resgatar
Anais Nin. A francesa de nascimento e americana por decisão, resumiu esse meu dia assim: "não vemos as coisas como elas são, mas como nós somos."
Acho que ter isso em mente traz um grande alívio...mas também uma grande responsabilidade!


Carmem Galbes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! É um prazer falar com você!